quarta-feira, 29 de setembro de 2010

04 de outubro de 2010 -- Evento do GUTS-RS sobre Test Process Improvement

Para fazer sua inscrição, acesse o site da SUCESU-RS.


O que?
Discutir melhoria de processo de teste de software (TPI - Test Process Improvement) através de um painel com André Farina e Eduardo Pretz.


Quando?
04 de outubro, das 19h as 21h30min na PUC-RS. A sala é a 207 no prédio 32.


Vai ajudar quem?
Vamos arrecadar alimentos não perecíveis e roupas para doação a entidade Kinder.


Qual o objetivo do evento?
Não existe fórmula pronta que indique qual o processo de teste ideal para uma empresa de desenvolvimento de software. Os modelos de processo de teste conhecidos costumam formar soluções fechadas, às quais as empresas frequentemente necessitam se adaptar. A evolução do processo de teste deve levar em consideração o perfil e a cultura de desenvolvimento adotados pela empresa, num nível maior ou menor de agilidade. Neste contexto, o TPI (Test Process Improvement) de Tim Koomen e Martin Pol, apresenta 20 áreas-chave que evoluem e se adaptam às necessidades de teste das empresas, não sendo uma fórmula pronta, mas uma abordagem que molda um conjunto de práticas que tragam uma relação custo-benefício mais apropriada ao momento da empresa. Este modelo, ao mesmo tempo, proporciona que se vislumbre os próximos níveis de amadurecimento que a empresa necessita atingir para tornar seu processo de teste mais efetivo e que aumente o controle sobre a qualidade dos produtos gerados ao longo do processo de desenvolvimento.
O objetivo deste painel é percorrer as áreas-chave propostas pelo TPI, contextualizando-as e analisando sua aplicabilidade e evolução, nos ambientes de desenvolvimento e teste de software.


O evento começa com uma boas vindas e networking entre os participantes e o painel ocorre das 19h30min as 21h. Venha participar!


* KOOMEN, Tim & POL, Martin. Test Process Improvement: A step-by-step guide to structured testing. Addison-Wesley Professional, 1999.




Quem vai estar no painel?


André Farina
Mestre em Ciências da Computação pela Pontifícia Universidade Católica do
Rio Grande do Sul. Tem experiência acadêmica na área de Ciência da
Computação, com ênfase em Engenharia de Software, atuando principalmente nos temas de Qualidade de software e teste de software, tendo atuado em projetos de pesquisa como o Centro de Pesquisa em Teste de Software (Convênio HP Brasil e PUCRS) e como docente dos cursos de bacharelado e graduação tecnológica em Computação da Universidade Luterana do Brasil, além da primeira edição do Pós-graduação em Teste e Garantia da Qualidade de Software (Convênio HP Brasil e Feevale). Atualmente, com mais de 10 anos de experiência profissional na área de teste de software, é Gerente de Qualidade de Software na Hewlett-Packard Brasil Ltda, coordenando a formação de profissionais de teste de software nas áreas de Computação Enterprise.


Eduardo Pretz
Mestre em Ciências da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Engenharia de Software, atuando principalmente nos seguintes temas: Qualidade de software, processos de software e teste de software. É certificado CBTS - Certificação Brasileira em Teste de Software pela Associação Latino Americana de Teste de Sofrtware e CSQA-Certified Software Quality Analyst, pelo Quality Assurance Institute. É membro do comitê de inovação da ALATS e Diretor da Novah Advising, Consultoria e treinamento em processos de software. Atua como Implementador MPS.BR e CMMI junto à Engsoft - Soluções para processos. Atualmente é coordenador da Pós-Graduação em Teste e Garantia da Qualidade de Software, parceria ente a Universidade Feevale e a HP do Brasil.

Nenhum comentário: